Funções do Administrador serão atualizadas pelo Ministério do Trabalho.

Tempo de leitura: 3 minutos

Funções do Administrador serão atualizadas pelo Ministério do Trabalho: A medida atende a um pedido feito pelo CFA, durante reunião com o Ministro.

Funções do Administrador serão atualizadas pelo Ministério do Trabalho.

Funções do Administrador serão atualizadas pelo Ministério do Trabalho, entenda como será:

O Ministério do Trabalho deve concluir até o fim deste ano um estudo técnico para atualizar as atividades dos profissionais de administração na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO).

A medida atende a um pedido feito pelo Conselho Federal de Administração (CFA), durante reunião com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, nesta quarta-feira (5 de Julho de 2017), na sede do Ministério, em Brasília.

“Precisamos criar condições e uma legislação específica, por meio da CBO, que possibilite o reconhecimento da importância do profissional administrador em todos os setores das administrações pública e privada”, afirmou o ministro.

Ronaldo Nogueira citou exemplos da importância da profissão do Administrador.

“Se tivéssemos uma atuação mais efetiva de administradores na gestão pública, não teríamos tantas obras inacabadas. Uma obra inacabada é um prejuízo ao erário, porque há um custo com a execução do projeto, com desapropriação, licenciamento, execução de primeira fase, e acabam sendo milhões de reais investidos em obras não concluídas”, salientou.

Um estudo preliminar, feito por técnicos do Ministério e do Conselho, aponta funções do Administrador que podem ser listadas na CBO para atualizar as ações dos administradores.

São funções do Administrador previstas na Lei 4.769, que dispõe sobre o exercício da profissão de administrador, mas que muitas vezes são exercidas por profissionais de outras categorias.

Funções do Administrador serão atualizadas pelo Ministério do Trabalho.

Funções do Administrador que serão atualizadas

Recursos Humanos – O Conselho aponta, entre outros casos, a administração hospitalar, as obras da construção e os setores de Recursos Humanos nas empresas.

“A área de RH é uma das que mais preocupam, entre outras em que profissionais estão atuando como administradores sem ter a formação específica para isso.

É preciso atualizar as atividades para que esses profissionais tenham a formação específica e suficiente para atuar nessas funções”, disse o diretor de Desenvolvimento Institucional do CFA, Rogério Ramos.

Na reunião sobre as Funções do Administrador serão atualizadas, o ministro determinou que a equipe técnica da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego (SPPE) realize os estudos, em articulação permanente com o CFA, para viabilizar e adequar a proposta do Conselho à legislação.

Segundo Ronaldo Nogueira, a atualização das funções do Administrador terá impactos positivos para o país. “Antes da resposta para o CFA precisamos dar uma resposta ao Brasil, porque será bom para o país, será bom para o setor produtivo, que possamos ter uma eficiência muito maior na utilização dos recursos”, afirmou o ministro, que é formado em administração.

“Os recursos são escassos e as demandas, constantes. É necessário um planejamento adequado, e o administrador é formado para esse fim.”

Ministério do Trabalho
Assessoria de Imprensa
Daniel Hirschmann
imprensa@mte.gov.br
(61) 2021-5449

Supervisão ASCOM
Jorn. Eliana Camejo
eliana.camejo@mte.gov.br
(61) 99213.1667

bolsas de estudo
bolsas de estudo

10 Comentários


  1. Melhor tarde do que nunca. O setor público e nos cargos de alto escalão é que se faz necessário essa mudança mesmo.

    Responder

    1. Olá Luciano, concordamos plenamente. O caos que vemos nos hospitais é justamente por isso,falta de profissionais qualificados na área de compras e gestão; médicos atuando como administradores/gestores de hospitais. Como isso poderia dar certo? Na prática resulta em mal uso dos recursos financeiros e escassez de materiais, péssimo atendimento, estruturas precárias, e tudo que é possível piorar, piora. Mas sempre tem um ignorante que dirá que qualquer um pode atuar como administrador né? Adoramos sua participação aqui, e estamos juntos esperando por dias melhores. Abraços e não se esqueça de se inscreverem nosso canal do youtube para receber dicas relevantes sore carreira e sua área de atuação> https://www.youtube.com/channel/UCNTtOAi41b7a-hZUd94o9WQ

      Responder

  2. E como ficam aqueles cargos do Judiciário, por exemplo, que têm as mesmas atribuições do Administrador, mas que exige qualquer área de formação?

    Responder

    1. Pela proposta, esses também serão afetados. mas só nas exigências dos editais dos próximos concursos após a proposta ser aprovada. A atual situação nao mudará por serem concursados, mas os proximos que entrarem após essa aprovação,sim. Aliás…já viu nosso espaço de concursos para Administradores? Há vários concursos abertos, acesse nosso site aqui>> http://seradministrador.com.br/concursos-para-adm/

      Responder

  3. Eu concordo quando diz respeito a pessoas que não tem formaçoes na aréa Administrativa não deveriam está exercendo a função . Pois temos muitos profissionais formados ou prestes a se formar precisando de uma vaga .

    Responder

    1. Nós também concordamos e esperamos mudanças em breve. Há muitos bons profissionais em busca de uma oportunidade na área para a qual se prepararam. Um grande Abraço!

      Responder

  4. Olá, será apenas atualização de função? Então ainda não será efetivada a função. Em concursos qualquer pessoa pode assumir o cargo de administrador. Poderia explicar melhor!?

    Responder

    1. Por enquanto em concursos a situação continua a mesma. É preciso exigir que os editais não permitam outras áreas em funções que sejam nossas, que reservem para administradores. Semana anterior houve um concurso cujas vagas seriam para ADM e permitiram outras graduações e o CRA foi questionado. Veja nesse post do facebook o posicionamento deles a respeito de sua duvida https://www.facebook.com/seradministrador/posts/1876847825662012

      Responder

  5. Pra administração pública já existem administradores públicos, o conselho deveria lutar para que os concursos, fossem voltados para estes profissionais.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*