Afinal, ser qualificado demais também atrapalha a carreira?

Tempo de leitura: 1 minuto

Profissionais Administradores mais experientes passam por dificuldades maiores para conseguirem recolocação e se perguntam se ser qualificado demais também atrapalha a carreira.

Afinal, ser qualificado demais também atrapalha a carreira?

Essas pessoas com mais experiência no mercado, com mais “estrada”, acabam custando mais caro para as empresas.

Então, em tempos de crise as empresas só vão investir um pouco mais para preencher uma vaga se estrategicamente fizer sentido.

Do contrário, a organização prefere acolher profissionais em início de carreira, principalmente para fortalecer o capital de talentos dentro da empresa.

Isso por que é mais fácil moldar e desenvolver uma pessoa de acordo com a cultura organizacional quando ela está começando sua vida profissional.

Mas ser qualificado demais também atrapalha a carreira ?

Recrutadores, em geral, fazem um dimensionamento dos requisitos da vaga oferecida pela organização versus o perfil do profissional disponível.

Como no casamento, é uma combinação que vai depender das duas partes.

O mais importante é ter flexibilidade, saber se adaptar, estar aberto para mudar e aprender, estar sempre se atualizando, ainda que seja na especialidade/área de escolha da pessoa.

“A verdade é que não existe regra, cada caso é um caso.

Então, não é correto afirmar que ser qualificado demais também atrapalha a carreira

Essa seria uma afirmação equivocada pois dependendo do tipo de carreira que a pessoa quer seguir.

Uma especialização maior pode ser o mais adequado e abrir portas para melhores oportunidades.  Clique aqui para ver as especializações mais valorizadas pelo mercado

Considere também que estudar nunca é demais para garantir sua vaga sem sufoco”, aconselha Isadora Marques, gerente de pesquisa da consultoria de educação corporativa LAB SSJ.

Autora Nathaly Bispo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*